Crise pode influenciar o aparecimento de nova pandemia de gripe das aves

Alerta da Organização para a Alimentação e a Agricultura

30 janeiro 2013
  |  Partilhar:

O desinvestimento dos países na vigilância e crise internacional podem por em risco o aparecimento de uma nova pandemia de gripe das aves, alertou a Organização para a Alimentação e a Agricultura (FAO).
 

O comunicado divulgado pela FAO, ao qual a agência Lusa teve acesso, refere que sem um controlo adequado, a doença pode disseminar-se a nível global, como aconteceu durante o pico de 2006, quando 63 países foram afetados.
 

“A contínua crise económica internacional significa que há menos dinheiro disponível para a prevenção da gripe aviária H5N1 e de outras ameaças de origem animal. Isto não só é verdade para as organizações internacionais, mas também para os próprios países”, explica o diretor de Veterinária da FAO, Juan Lubroth.
 

O responsável afirma que "é necessário manter uma vigilância rigorosa", porque ainda há grandes bolsas do vírus H5N1 em alguns países da Ásia e do Médio Oriente, onde a doença se tornou endémica.
 

A organização recorda que investir mais na prevenção é uma forma de prevenir os enormes prejuízos que uma pandemia em larga escala provocaria.
 

A FAO recorda que entre 2003 e 2011a doença matou ou forçou o abate de mais de 400 milhões de frangos e patos domésticos e resultou num prejuízo económico de cerca de 20 mil milhões de dólares. Adicionalmente, o vírus H5N1 pode ainda ser transmitido aos seres humanos. Entre 2003 e 2011 o vírus infetou mais de 500 pessoas e matou mais de 300.
 

“Há uma inércia perante estas ameaças reais à saúde de animais e pessoas”, refere Juan Lubrothpara quem esta inação é ainda mais lamentável porque está demonstrado que "medidas apropriadas podem eliminar completamente o vírus H5N1 do setor aviário e, assim, proteger a saúde humana e o bem-estar das pessoas".
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 2Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.