Crise alimentar na África Austral afecta 2,6 milhões de pessoas
29 março 2002
  |  Partilhar:

A crise alimentar na África Austral agrava-se dia após
 

dia, afectando actualmente 2,6 milhões de pessoas, advertiu o Programa Alimentar Mundial (PAM), ao lançar um apelo de fundos de 78,65 milhões de euros.
 

 

A soma destina-se a comprar e distribuir 145 mil toneladas
 

de comida às populações do Lesoto, Malaui, Moçambique, Zâmbia e Zimbabué, estando em estudo a situação da Suazilândia, um pequeno reino africano encravado entre Moçambique e a África do Sul.
 

 

O PAM explica que estas crises alimentares foram
 

provocadas por inundações e secas, que destruíram as colheitas de 2001/2002.
 

 

No Malaui, pelo menos 300 pessoas já morreram de fome
 

desde o início do ano, na Zâmbia 1,3 milhões de pessoas são
 

afectadas pelo flagelo da desnutrição, o mesmo sucedendo com 558 mil pessoas do Zimbabué.
 

 

Em Moçambique, 170 mil vítimas de inundações em anos
 

seguidos são apenas uma parte do problema, ao passo que, no
 

Lesoto, 36 mil pessoas vão receber ajuda alimentar do PAM.
 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.