Crianças são mais agressivas entre o primeiro e o quarto ano de vida

Estudo da Université de Montréal

30 janeiro 2008
  |  Partilhar:

 

Um estudo canadiano revela que é entre o primeiro e o quarto ano de vida que se verifica o maior índice de agressividade nas crianças, antes de estarem expostas a factores como a violência televisiva.
 

 

A investigação, liderada por Richard Tremblay, da Université de Montréal, contradiz a crença geral que aponta a adolescência como a altura em que as crianças são mais agressivas.
 

 

O estudo incidiu na forma como a interacção da genética com os factores ambientais contribuem para desencadear comportamentos agressivos ou anti-sociais.
 

 

Tremblay descobriu que aos 17 meses de idade metade das variações nas respostas agressivas das crianças estavam directamente relacionadas com factores genéticos e que a violência diminui à medida que as crianças crescem, que o seu cérebro amadurece e aprendem a controlar o seu comportamento.
 

 

"Os nossos estudos demonstram ser essencial ensinar as crianças, durante os primeiros anos de vida, a reprimir os comportamentos violentos", afirma Tremblay, realçando que a idade pré-escolar é a etapa-chave para entender a aparição e posterior desenvolvimento de comportamentos violentos no ser humano.
 

 

A investigação de Tremblay partiu dos estudos de Michael Meaney, que pela primeira vez demonstrou a relação directa entre os cuidados maternos e as alterações na programação epigenética, o ramo da biologia molecular que estuda como os estilos de vida actuam sobre os genes.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.