Crianças que têm cão menos susceptíveis a alergias respiratórias

Estudo publicado na revista “European Respiratory Journal”

29 Abril 2008
  |  Partilhar:

Um estudo alemão seguiu nove mil crianças, desde o nascimento e até aos seis anos, e concluiu que as que tinham cão em casa são menos susceptíveis de desenvolver doenças respiratórias.
 

 

O estudo, publicado na revista “European Respiratory Journal”, teve por base a análise de questionários feitos aos pais e a elaboração de análises de sangue a mais de três mil crianças para procurar anticorpos específicos de uma "sensibilização alérgica", uma resposta imunitária diferente de uma alergia declarada.
 

 

Os cientistas, liderados por Joachim Heinrich, do Helmholtz Zentrum, de Munique, constataram que partilhar a casa com um cão durante a primeira infância não estava associada "a uma sensibilização específica aos pêlos de cão", sendo que "a presença de um cão em casa estava claramente associada a uma taxa significativamente mais fraca de sensibilização aos pólenes e às alergias inaladas".
 

 

O efeito protector não foi observado em crianças que contactavam regularmente com cães, mas que não os tinham em casa.
 

 

Para verificar se esta influência benéfica sobre a sensibilização aos alergenos se mantém ao longo da vida, os investigadores prevêem fazer novas análises quando as crianças incluídas no estudo chegarem aos 10 anos.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.