Crianças não devem beber mais de dois copos de leite por dia

Estudo publicado na revista “Pediatrics”

20 dezembro 2012
  |  Partilhar:

As crianças não devem beber mais de dois copos de leite por dia, sugere um estudo publicado na revista “Pediatrics”.
 

A vitamina D e o ferro são dois dos nutrientes mais importantes do leite e também essenciais para a saúde das crianças. Estudos anteriores demonstraram que a vitamina D reduz o risco de problemas respiratórios nas crianças. Por outro lado, a deficiência em ferro está associada a problemas de desenvolvimento neurológico.
 

Contudo, as recomendações sobre o consumo de leite têm sido um pouco controversas, deixando os pais e médicos um pouco confusos. Para tentar clarificar esta questão, os investigadores do St. Michael's Hospital, no Canadá, analisaram o efeito que o consumo de leite tinha no armazenamento de ferro e vitamina D em 1.300 crianças com idades compreendidas entre os três e os cinco anos.
 

Aos pais foi solicitado o preenchimento de questionários para averiguar os hábitos de consumo de leite e de outros fatores que pudessem ter impacto no armazenamento de ferro e vitamina D, no organismo das crianças. De forma a analisar os níveis de armazenamento destes dois nutrientes, os investigadores recolheram uma amostra de sangue a cada um dos participantes.
 

O estudo apurou que as crianças que tinham um consumo elevado de leite de vaca apresentavam uma maior quantidade de vitamina D, mas menor de ferro. Foi verificado que para a maioria das crianças, o consumo de duas chávenas de leite por dia era suficiente para manter um nível de vitamina D e de ferro adequado. A ingestão de quantidades adicionais conduziu a uma diminuição nos níveis de armazenamento de ferro e não alterou significativamente os níveis de vitamina D.
 

O líder do estudo, Jonathon Maguire, referiu que, durante os meses de inverno, as crianças com pigmentação de pele mais escura podem não ter uma quantidade de vitamina D suficiente. De modo a ultrapassar este problema e à luz destes resultados, estas crianças não devem aumentar o seu consumo de leite diário, mas tomar suplementos de vitamina D durantes este meses. Assim, a toma destes suplementos vai aumentar a quantidade desta vitamina e preservar, por outro lado, os níveis de ferro.
 

“Níveis de vitamina deficientes têm sido associados a problemas ósseos, enquanto a deficiência de ferro poderá conduzir ao aparecimento de anemia e atrasos do desenvolvimento cognitivo. Deste modo é importante que os pais tenham conhecimento da quantidade de leite que os seus filhos devem consumir para que este tipo de complicações seja evitada”, conclui o investigador.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.