Crianças em perigo motivaram intervenção de comissões de proteção

Primeiro relatório apura 17 mil situações de risco

06 agosto 2012
  |  Partilhar:

As comissões de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) constaram que, nos primeiros seis meses deste ano, ocorreram 17.080 situações de menores em perigo que motivaram a sua intervenção.
 

A notícia avançada pelo jornal Público refere que as comissões estavam em Junho deste ano a acompanhar 52.166 casos de crianças e jovens em risco, dos quais 14.512 foram instaurados em 2012, segundo o documento ao qual a agência Lusa teve acesso. Os principais motivos que conduziram à formulação de processos nas 305 comissões existentes no país foram a negligência, a exposição a modelos de comportamento desviante, o risco de estar em causa o direito à educação e os maus-tratos psicológicos.
 

As comissões detetaram 3.681 casos de negligência e 3.608 situações de exposição a comportamentos que poderiam afetar o bem-estar e o desenvolvimento da criança. Quanto a situações em que esteja em causa o direito à educação, como o absentismo, o abandono e o insucesso escolares, as comissões encontraram 2.505 casos.
 

O secretário de Estado da Solidariedade e Segurança Social, Marco António Costa, revelou à agência Lusa que deverão ser estudados casos em que a criança tem comportamentos que afetam o seu bem-estar. Incluem-se nesta categoria fenómenos como o bullying, os comportamentos graves antissociais ou a indisciplina, o consumo de bebidas alcoólicas e o consumo de estupefacientes.
 

Mediante estas situações de perigo, as comissões decidiram em 11% do total de casos pelo acolhimento em instituições, especialmente nos grupos etários entre os 0 e os cinco anos e entre os 11 e os 14 anos.
 

Marco António Costa refere ainda que a partir do próximo ano a divulgação deste tipo de dados irá ser feita de três em três meses para ter uma visão real das situações e para que se possa intervir atempadamente.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.