Crianças dos EUA, Malta e Portugal são as que revelam maior excesso de peso

Estudo da OMS envolveu dados de 41 países

30 julho 2008
  |  Partilhar:

Estados Unidos, Malta e Portugal são os três países de um conjunto de 41 analisados por um estudo da Organização Mundial de Saúde (OMS) onde as crianças com onze anos revelam maior excesso de peso.
 

 

Os dados divulgados inserem-se num relatório internacional apresentado num evento conjunto da OMS/HBSC (Rede Europeia "Health Behaviour in School-aged Children), na Escócia. No estudo foram avaliados os Índices de Massa Corporal (IMC) e efectuados questionários a mais de 200 mil crianças e jovens com 11, 13 e 15 anos em 41 países. Do total de jovens inquiridos em 2006, 3.919 são portugueses (1.886 rapazes e 2.025 raparigas).
 

 

De acordo com o documento, 25% das raparigas e 33% dos rapazes norte-americanos com 11 anos têm excesso de peso ou são obesos, valores que colocam os Estados Unidos no topo da tabela, seguidos de Malta. Os Estados Unidos ocupam também o topo da tabela nos jovens com 13 anos e o segundo lugar nos jovens com 15 anos.
 

 

Portugal surge em terceiro lugar quando a análise incide nas crianças com onze anos. O estudo revela que 22% das raparigas e 25% dos rapazes têm excesso de peso. Já no grupo etário dos 13 anos Portugal desce para a 10ª posição com 13% de raparigas e 18% dos rapazes a revelarem excesso de peso.
 

 

No entanto, quando a análise incide nos jovens com 15 anos Portugal volta a subir para o sexto lugar: 13% das raparigas e 22% dos rapazes apresentam peso a mais.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.