Crianças continuam desprotegidas dentro dos automóveis

DECO alerta para situação em Portugal

27 novembro 2002
  |  Partilhar:

As crianças continuam desprotegidas dentro dos automóveis, apesar do sistema de fixação Isofix ser mais frequente e das etiquetas serem mais claras e explícitas relativamente aos eventuais riscos mortais, alertou a DECO.
 

 

Os mais recentes testes de colisão, nos quais participam as associações de consumidores europeias, incluindo a DECO/Proteste, revelam que os fabricantes de automóveis têm vindo a dar a devida atenção à protecção dos adultos, mas o mesmo não corresponde ao aumento do grau de segurança das crianças.
 

 

Segundo a DECO, poucos modelos automóveis que vêm equipados com o Isofix - sistema que utiliza dois pontos de fixação na estrutura do veículo para prender a cadeira da criança - recomendam cadeiras de uma determinada marca quando o sistema deveria ser universal.
 

 

A DECO refere também que uma directiva europeia impõe que crianças com menos de 12 anos (ou de 36 quilos) tenham de ser transportadas em dispositivos de retenção adaptados ao seu peso, mas como ainda não foi transposto para a legislação portuguesa nada impede as crianças de viajarem no banco de trás com o cinto de segurança.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.