Crianças com doença renal partilham experiências em campo de férias

Iniciativa da Associação Portuguesa de Insuficientes Renais

06 setembro 2016
  |  Partilhar:

Mais de duas dezenas de crianças com insuficiência renal participaram na semana passada num campo de férias em São Domingos de Rana, Cascais, para atividades e partilha de experiências que as façam lidar melhor com a doença.
 

Este campo de férias denominado "CRESCE" e organizado pela APIR (Associação Portuguesa de Insuficientes Renais) é destinado especialmente a crianças e jovens, entre os 9 e os 17 anos, que em comum têm a doença renal crónica, nas suas diversas fases, desde pré-diálise, hemodiálise e transplantados.
 

"Ser criança insuficiente renal não é uma doença comum e não é fácil, para eles, encontrarem no dia-a-dia crianças na mesma situação. Não se encontram sem ser em situação hospitalar e assim podem conviver com outros meninos num outro ambiente", explicou à agência Lusa Matilde Campos, dirigente da APIR.
 

De acordo com esta responsável, o campo de férias é a oportunidade de as crianças com insuficiência renal poderem "falar da doença, comparar a vida, comparar as cicatrizes e as experiências" e isso, "fá-los crescer nisto, que é ter uma doença crónica, e podem evoluir no futuro com uma melhor qualidade de vida".
 

Apesar de o campo de férias só decorrer durante seis dias, o grupo acaba por criar laços de amizade e o contacto mantém-se ao longo do ano. "Todos eles ficam amigos. Criaram um grupo no Facebook que interage continuamente durante o ano e fazem questões e nós, técnicos e enfermeiros, também participamos e ajudamos", acrescentou Matilde Campos.
 

De acordo com a monitora do grupo, Ana Pastoria, as crianças lidam bem com a doença e falam disso com frequência.
 

"Não é um campo de férias deprimente e em que está toda a gente triste. Todos nós sabemos como se lida e a melhor maneira de fazer as coisas, quer na alimentação saudável e atividades sem risco. E os que não sabiam lidar tão bem, depois desta semana vão saber", acrescentou.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.