Crianças absorvem duas vezes mais radiações dos telemóveis que os adultos

Estudo publicado na revista “Electromagnetic Biology and Medicine”

20 outubro 2011
  |  Partilhar:

As crianças absorvem duas vezes mais a radiação emitida pelos telemóveis do que os adultos, revela um estudo publicado na revista “Electromagnetic Biology and Medicine”.

 

No estudo, os investigadores alertam ainda para o facto de ao transportar os telemóveis nos bolsos das camisas ou das calças exceder os níveis de exposição recomendados pelas directrizes da Comissão Federal de Comunicações dos EUA.

 

A investigação reforça que o processo projectado pela indústria para avaliar a radiação dos telemóveis nas crianças demonstrou que estas absorvem duas vezes mais a radiação na cabeça, e até o triplo no hipocampo e no hipotálamo, uma maior absorção nos olhos, e até 10 vezes mais na medula óssea, em comparação com os adultos.

 

Os autores do artigo incluem três membros do Environmental Health Trust, um grupo sem fins lucrativos que promove a saúde e a prevenção de doenças: Devra Davis, Lloyd Morgan e Ronald B. Heberman.

 

O processo actual para medir a radiação acumulada no ser humano baseia-se num homem alto cujos 40 tecidos cerebrais são considerados como exactamente iguais. De acordo com o estudo, “um sistema muito melhor apoia-se em modelos baseados anatomicamente de pessoas de várias idades, incluindo mulheres grávidas, que pode determinar a radiação absorvida em todos os tipos de tecido e que pode ser responsável pela maior absorção nas crianças”.

 

Deste modo, os telemóveis podem ser certificados tendo em conta os utilizadores mais vulneráveis - as crianças - de acordo com a abordagem "tão baixa quanto razoavelmente possível adoptada no estabelecimento de padrões para a utilização destes dispositivos”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.