Criança morre após uma operação às amígdalas

Inspecção-Geral de Saúde instaura inquérito

14 janeiro 2004
  |  Partilhar:

A Inspecção-Geral da Saúde (IGS) instaurou um processo de inquérito à morte de uma criança de dez anos, ocorrida no Hospital Amadora-Sintra após uma operação às amígdalas. A criança entrou no hospital na sexta-feira para uma cirurgia do foro otorrinolaringológico, mas não chegou a acordar, tendo entrado em coma profundo. Os pais desconfiam de erro médico e querem que sejam apuradas responsabilidades. A IGS instaurou o processo de inquérito após ter tido conhecimento do caso pela comunicação social e já solicitou à administração do hospital todos os elementos relativos a este. Não há um prazo legal definido, mas a resposta da administração deverá ser enviada em tempo útil, «questão de dias», explicaram ao DN, de forma a esclarecer a situação, arquivando-a ou continuando a investigação. O pai da criança, Joel Santos, contou à comunicação social, que esta entrou no hospital, tendo sido observada pelos médicos, que concluíram que tinha de ser operada. «Disseram-nos que tinha de ser operada e de se preparar para as análises», referiu. Joel Santos vai esperar pelos resultados da autópsia, mas quer que sejam apuradas responsabilidades.É que até agora ninguém encontra explicação para o sucedido. A criança entrou no bloco operatório e nunca mais acordou, pois entrou em coma profundo. A administração do Hospital Amadora-Sintra não comenta o caso, embora tenha emitido um comunicado, onde refere que «lamenta profundamente o trágico acontecimento» e que irá proceder a um inquérito interno. «Após ter ouvido informalmente os responsáveis de todos os serviços envolvidos propôs a nomeação de uma Comissão de Inquérito para esclarecimento e apuramento de todas as responsabilidades», lê-se na nota.Fonte: Diário de Notícias

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.