Criança com Distonia operada hoje no Hospital de S. João

Primeira cirurgia realizada numa criança

04 maio 2008
  |  Partilhar:

Uma equipa médica do Hospital de S. João, Porto, realiza esta segunda-feira a primeira intervenção cirúrgica em Portugal a uma criança com Distonia.
 

 

A Distonia, segundo explicou à Lusa o neurocirurgião Rui Vaz que lidera a única equipa que em Portugal realiza esta cirurgia, é uma doença do foro neurológico, crónica e incapacitante, que se caracteriza por contracções musculares involuntárias que causam movimentos espasmódicos e posturas anormais.
 

 

A intervenção é muito semelhante à utilizada para combater a doença de Parkinson, "apenas com um alvo diferente". Segundo o neurocirurgião, a técnica consiste na colocação de dois eléctrodos em determinada zona do cérebro que "vão alterar os circuitos neurológicos perturbados". A diferença em relação à intervenção destinada ao tratamento da doença de Parkinson, revela o médico, "é a zona do cérebro onde os eléctrodos são instalados, neste caso um de cada lado do globo denominado Gpi".
 

 

Com a operação, "a indicação de melhoria varia entre os 25 e os 75%, mas os efeitos não são imediatos. Só ao fim de seis meses é que teremos dados concretos sobre os resultados da cirurgia", explicou o professor.
 

 

No Hospital de S. João, as duas primeiras cirurgias a doentes com Distonia foram efectuadas em Dezembro de 2005 e Maio de 2006 a dois adultos. A nível mundial, estas intervenções cirúrgicas iniciaram-se em 2000.
 

 

O Hospital de S. João foi também pioneiro no tratamento cirúrgico da doença de Parkinson e do Tremor Essencial.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.