Crescimento lento é recuperado na adolescência

Estudo publicado na revista “Pediatrics”

27 fevereiro 2013
  |  Partilhar:

A maioria dos bebés que tem um aumento de peso lento durante os primeiros nove meses de vida atinge um peso normal por volta dos 13 anos, apesar de continuarem mais magros e pequenos comparativamente com as crianças da sua idade, refere um estudo publicado na revista “Pediatrics”.
 

Este estudo levado a cabo pelos investigadores da University of Bristol, no Reino Unido, contou com a participação de 11.499 bebés de termo, 507 dos quais tinha tido um aumento de peso lento até às oito semanas de idade, 480 aumentaram de peso lentamente entre as oito semanas e os nove meses. Trinta dos participantes eram comuns a estes dois grupos.
 

Os investigadores constataram que, as crianças do primeiro grupo recuperaram rapidamente o peso tendo alcançado o peso adequado por volta dos dois anos de idade. Relativamente às crianças pertencentes ao segundo grupo estas continuaram a aumentar de peso lentamente até aos sete anos. Entre os sete os 10 anos o crescimento foi despoletado, contudo por volta dos 13 anos estas crianças continuavam a ser mais pequenas e mais magras que os seus pares. Estas crianças pesavam, em média, menos 5,5 Kg e eram cerca de 4cm mais baixas, comparativamente com as crianças que tinham tido um desenvolvimento normal.
 

O estudo apurou que houve padrões de recuperação diferentes entre os dois grupos, mesmo tendo em conta outros fatores. “A razão pela qual o primeiro grupo alcançou mais rapidamente os níveis de peso normais pode estar associada ao facto de se ter identificado precocemente este tipo de problemas alimentares. As crianças em que o aumento de peso ocorreu tardiamente necessitaram de mais tempo para recuperar, pois permaneceram durante um longo período de tempo a crescer lentamente. Adicionalmente, os pais destas crianças eram também mais pequenos e magros”, revelou, o principal autor do estudo, Alan Emond.
 

Os investigadores referem ainda que, de um modo geral, os pais podem ter a certeza que as crianças que têm um aumento de peso lento durante o primeiro ano de vida recuperam dentro dos limites normais, mas aos 13 anos de idade tendem a ser mais magros e mais baixos que os seus companheiros.
 

Estes resultados chamam a atenção para a importância da monitorização do peso e da altura dos bebés durante os primeiros meses de vida, contudo o crescimento lento das crianças não deve criar ansiedade nos pais.
 

Quanto aos profissionais de saúde, este estudo sugere que, exceto quando as crianças requerem interação devido a problemas de saúde, o consumo de calorias não deve ser aumentado uma vez que pode predispor para o desenvolvimento de obesidade. Segundo os autores do estudo, os hábitos alimentares ao longo do segundo semestre de vida determinam o ganho de peso futuro da criança.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.