Creme “after-sun” repara danos da radiação solar na pele

Especialistas temem que loção aumente casos de cancro da pele

07 setembro 2005
  |  Partilhar:

 

Investigadores norte-americanos dizem ter desenvolvido uma loção “after-sun” que evita os danos na pele causados pela radiação ultravioleta.
 

 

A loção, que está em testes clínicos, tem uma proteína que recupera o DNA danificado pelo sol. Segundo a empresa responsável pela investigação, a AGI Dermatics, sediada em Nova Iorque, a loção pode reduzir a incidência de cancro da pele se for utilizada diariamente, ao longo de um ano, por pessoas com predisposição à doença.
 

 

A nova loção tem uma proteína chamada T4 endonuclease, que penetra nos núcleos das células da pele e remove as áreas danificadas do DNA, iniciando um processo de reparação que é posteriormente completado pelo corpo.
 

 

A proteína penetra nas células durante uma hora depois da aplicação da loção e produz resultados significativos até seis horas, segundo disseram os investigadores da empresa na conferência anual da Sociedade Química Americana.
 

 

A loção foi testada em 30 pessoas com uma rara doença genética, xeroderma pigmentosum, que torna os portadores mais susceptíveis ao cancro da pele.
 

 

A aplicação diária da loção resultou na redução em um terço dos casos de cancro da pele e em dois terços das lesões pré-cancerosas em relação aos que não usaram o creme.
 

Especialistas, no entanto, temem que a nova descoberta possa incentivar as pessoas a passar mais tempo ao sol. Mas a AGI Dermatics alerta para o facto deste creme não substituir os protectores solares.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.