Cravinho-da-índia é alternativa saudável aos conservantes químicos

Estudo publicado na revista “Flavour and Fragrance”

25 março 2010
  |  Partilhar:

O cravinho-da-índia ajuda a conservar os alimentos sem ser necessário recorrer ao uso de produtos químicos, refere um estudo espanhol publicado na revista “Flavour and Fragrance”.

 

Esta especiaria, com sabor e aroma intensos, usada na confecção de alimentos, é também conhecida pelas suas propriedades anti-inflamatórias.

 

Neste estudo da Universidade Miguel Hernández, em Espanha, uma equipa de investigadores, liderada por Juana Fernández-López, testou mais quatro outros produtos naturais ricos em antioxidantes (orégãos, tomilho, alecrim e sálvia) e “o cravo-da-índia apresentou a maior capacidade de eliminar o hidrogénio, reduzir a peroxidação dos lipídios e foi o melhor redutor do ferro”.

 

Em comunicado de imprensa difundido pelo sítio Eurekalert, a investigadora explicou que a oxidação lipídica é uma das principais razões para a deterioração dos alimentos, provocando uma redução significativa do seu valor nutricional, bem como perda de sabor.

 

"Os resultados (do estudo) mostram que o uso dos antioxidantes naturais utilizados na dieta mediterrânea, ou dos seus extractos, é uma opção viável para a indústria alimentar, já que as características dos alimentos não são afectadas".

 

Os cientistas acreditam, por isso, que esta descoberta poderá ter grandes implicações na indústria alimentar que, actualmente, usa compostos químicos para conservar os produtos, o que tem provocado muita celeuma dado o seu potencial tóxico.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.