Crânios antigos sugerem que primeiros americanos vieram do Japão
30 julho 2001
  |  Partilhar:

As primeiras pessoas a instalarem-se na América podem ser descendentes de um grupo que vivia no Japão, revela um novo estudo baseado na análise de crânios antigos.
 

 

Os investigadores, que examinaram a estrutura óssea de cerca de 10.000 crânios humanos antigos recolhidos em todo o mundo, afirmam que os primeiros americanos estão directamente relacionados com os Jomon, um grupo pré-histórico que viveu no Japão, e de outro um pouco mais tardio, os Ainu.
 

 

Loring Brace, investigador do Museu de Antropologia da Universidade de Michigan, afirmou que as medidas do crânio e outras provas sugerem que os membros do grupo Jomon-Ainu atravessaram o que é hoje o Estreito de Bering e migraram para as Américas, povoando o continente desde o Alaska ao extremo sul.
 

 

Na altura, este estreito não existia. No seu lugar, estendia-se uma planície entre o Alasca e a Sibéria, que os primeiros migrantes terão atravessado a pé.
 

 

Estes primeiros migrantes terão alcançado as Américas há cerca de 15.000 anos.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.