Corrida e caminhada dos Ossos Saudáveis

Iniciativa da Associação Portuguesa de Osteoporose

16 outubro 2013
  |  Partilhar:

A Associação Portuguesa de Osteoporose (APO) dinamiza a 4ª Edição da Corrida e Caminhada dos Ossos Saudáveis, que se realiza no próximo dia 20 de Outubro, em pleno Dia Mundial da Luta Contra a Osteoporose, com hora de arranque prevista para as 10h30 na Rotunda da Boavista, no Porto.

 

De acordo com um comunicado enviado por esta associação, o Palácio de Cristal acolherá também de 18 a 20 de Outubro, entre as 10h e as 18h, um espaço para rastreios gratuitos e aconselhamento nutricional, sensibilizando a população para a necessidade de exercício físico e de uma dieta rica em cálcio e Vitamina D que, combinados, oferecem oportunidades para melhorar a saúde óssea e muscular, reduzindo os riscos de Osteoporose.

 

Segunda a APO a predisposição genética é um fator determinante para o tamanho e a densidade dos ossos, contudo o exercício físico regular e uma correta nutrição são também os pilares da prevenção da osteoporose, em todos os estágios da vida.

 

“Se andar 4 horas por semana, a um ritmo rápido, tem sido associado a uma redução de fraturas da anca em cerca de 40%, o consumo de leite tem sido apontado por todos os especialistas como a forma mais simples e eficaz de aportar ao organismo as necessidades diárias de cálcio – o sustento do nosso esqueleto, que alberga 99% deste mineral. Em caso de falta de cálcio nas células ou no sangue, o organismo vai buscá-lo ao nosso esqueleto, pelo que garantir a satisfação da quantidade de cálcio é a palavra de ordem”, lê-se no comunicado.

 

Relativamente à vitamina D, além do benefício direto na absorção de cálcio a nível intestinal, esta vitamina tem também um efeito direto nos músculos. Quando a vitamina D não é absorvida através de uma dieta saudável e de uma exposição diária direta ao sol, os suplementos devem ser considerados.

 

De acordo com a APO, o cálcio, o exercício físico e a vitamina D poderão reduzir até 50% o número de quedas e note-se que 90% das fraturas ocorrem nestes pequenos acidentes. É ainda fundamental ter em linha de conta a adoção de hábitos de vida saudáveis (não fumar, não beber bebidas alcoólicas em excesso, etc.) de forma a garantir uma estrutura óssea forte, capaz de resistir ao desgaste provocado pela longevidade de vida.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.