Controlo da Pressão Arterial reduz em pelo menos 14% da mortalidade em diabéticos

Dados do estudo ADVANCE

09 setembro 2007
  |  Partilhar:

 

Uma morte por cada 79 doentes diabéticos pode ser evitada num espaço de cinco anos se houver o controlo da Pressão Arterial, segundo um estudo apresentado no Congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia, em Viena.
 

 

A soma de um medicamento para a Hipertensão ao tratamento habitual dos diabéticos pode evitar a morte de 14 mil doentes em cinco anos, segundo a comparação dos números nacionais com os dados de um estudo internacional.
 

 

O estudo ADVANCE (Action in Diabetes and Vascular Disease), desenvolvido pelo Instituto George para a Saúde Internacional (Sidney), demonstrou que a utilização sistemática de um medicamento para a Hipertensão Arterial, constituído pelas substâncias activas perindopril/indapamida, diminui o risco de morte e evita problemas renais e cardíacos a diabéticos tipo 2.
 

 

A administração farmacológica, e independentemente do valor da Pressão Arterial, demonstrou a redução em 14% da mortalidade global e em 18% da mortalidade devido a problemas Cardiovasculares, como Enfarte Agudo do Miocárdio ou Acidente Vascular Cerebral. Fica ainda reduzido em 14 por cento o risco de problemas cardíacos e em 21% a possibilidade de desenvolvimento de Doenças Renais.
 

 

Apresentado como o maior estudo de sempre envolvendo diabéticos tipo 2, com a observação de mais de 11 mil indivíduos em 20 países, o ADVANCE incluiu doentes hipertensos e com Pressão Arterial normal, estando a totalidade já medicada para a sua situação clínica.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.