Contaminação por E.coli na Alemanha e recomendações para Portugal

Direcção Geral de Saúde distribui orientações aos médicos

02 junho 2011
  |  Partilhar:

A Direcção Geral de Saúde (DGS) distribuiu na segunda-feira um conjunto de orientações a todos os médicos do Sistema Nacional de Saúde (SNS), devido ao surto infeccioso provocado pela bactéria Escherichia coli entero-hemorrágica na Alemanha.

 

O documento, assinado pelo Director Geral de Saúde, Francisco George, refere que os médicos devem proceder “à imediata notificação” dos casos que apresentem um “diagnóstico de Síndrome hemolítico-urémico”, “diarreia sanguinolenta com história de viagem ou estadia recentes no Norte da Alemanha” e “diarreia sanguinolenta com história de consumo de alimentos crus e sem outro diagnóstico etiológico”.

 

Segundo o texto, publicado no sítio da Internet da DGS e citado pela agência Lusa, o “aumento inesperado do número de casos” na região do Norte da Alemanha, e noutros países, como a Suécia, Dinamarca, Holanda, França e o Reino Unido, em pessoas que estiveram em território alemão, constitui um “alerta de saúde pública”. O mesmo texto refere que o diagnóstico clínico implica o envio de amostras para confirmação laboratorial para o Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA).

 

O comunicado indica que as infecções por Escherichia coli entero-hemorrágica têm um período de incubação de entre três a oito dias e causam uma “gastroenterite aguda, frequentemente acompanhada de febre, vómitos, dor abdominal e diarreia sanguinolenta”. A doença tem uma duração de entre cinco a sete dias.

 

Para prevenir esta doença, a DGS aconselha a “lavar cuidadosamente a fruta e os vegetais”, a não utilizar “os mesmos utensílios para diferentes alimentos”, a “separar os alimentos em preparação dos alimentos cozinhados”, a “lavar as mãos antes e após a preparação de alimentos e entre a preparação de alimentos diferentes” e a “lavar as mãos antes e após a ida à casa de banho”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 1 Comentar

Proliferação de bactérias

Solicito informações de quem já pesquisou mais temas a respeito desta contaminação. Os alemães são encantados com reuso de água. São contrários ao uso do cloro em processos de tratamento. São direcionados ao ultra violeta. Será que aquelas "plantações" induzidas não formam um ambiente propício para mutação do e-coli. Como podem observar sou da corrente que dá prioridade à vida humana em primeiro lugar antes de me encantar com novidades...
Muito orbrigado por informações.
Att,
Passeto

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.