Consumo diário de gengibre diminui em 25% a dor muscular induzida pelo desporto

Estudo da University of Georgia

10 junho 2010
  |  Partilhar:

O gengibre tem sido usado ao longo dos séculos como remédio popular contra variadas doenças. Agora, cientistas da University of Georgia, nos EUA, constataram que o consumo diário de gengibre também reduz a dor muscular causada pela prática de exercício.

 

Embora estudos anteriores já tivessem demonstrado os efeitos anti-inflamatórios do gengibre em roedores, nenhum trabalho tinha explorado, de forma científica, os seus efeitos na redução da dor muscular induzida no homem.

 

Para aferir se de facto isso acontecia, a equipa liderada por Patrick O'Connor analisou os efeitos do consumo de gengibre cru e tratado termicamente (cozido) na dor muscular. Acreditava-se que os efeitos analgésicos desta raiz eram aumentados pela sua cozedura.

 

Para a experiência foram recrutados voluntários entre os 30 e os 40 anos. Alguns indivíduos consumiram cápsulas com 2 gramas de gengibre cru ou cozido e outros foram submetidos a um tratamento de placebo durante 11 dias consecutivos. No oitavo dia, todos realizaram 18 actividades físicas com pesos para induzir a lesão muscular moderada nos braços.

 

Todos os indivíduos foram avaliados fisicamente antes de realizarem a sessão de exercício e três dias depois, para verificarem a dor e inflamação musculares.

 

O estudo mostrou que a suplementação diária de gengibre reduziu a dor induzida pelo exercício em 25% e que a raiz cozida não é mais eficaz do que a crua na redução da dor.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.