Consumo de queijo em excesso aumenta risco de cancro na bexiga

Estudo publicado no “European Journal of Cancer”

21 fevereiro 2011
  |  Partilhar:

O consumo de queijo em excesso pode causar cancro na bexiga, que mata milhares de pessoas a cada ano em todo o mundo, aponta um estudo publicado no “European Journal of Cancer”.

 

Comer mais de 53 gramas de queijo, que é aproximadamente o mesmo peso de uma pequena barra de chocolate, aumenta, em 50%, a probabilidade de um indivíduo desenvolver a doença, segundo as conclusões do novo estudo, realizado por uma equipa de investigadores holandeses e belgas, citadas pelo jornal “Daily Mail”, que acrescenta, contudo, que a ingestão de menores quantidades não parece aumentar os perigos.

 

Para chegar a estas conclusões, os investigadores observaram os hábitos alimentares de 200 mulheres vítimas de cancro da bexiga e compararam-nos com os de 386 voluntários saudáveis. Verificaram que o consumo diário inferior a 53 gramas não aumentavam a propensão ao desenvolvimento de tumores na bexiga, mas o risco aumentava com cada grama extra do consumo de queijo.

 

Mas, enquanto o consumo diário excessivo de queijo pode aumentava o risco de uma pessoa desenvolver cancro da bexiga, uma porção diária de azeite pode reduzir, em mais de metade, o risco de contrair a doença, sugerem os autores da investigação, citados pelo “Daily Mail”. Foram também analisados outros alimentos, como peixes, frango, ovos e margarina, mas estes apresentaram resultados pouco significativos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.