Consumo de peixe frito relacionado com aumento de AVC nos EUA

Estudo publicado na revista “Neurology”

04 janeiro 2011
  |  Partilhar:

O consumo de peixe frito pode contribuir para a ocorrência de AVC (acidente vascular cerebral), dado que, embora este alimento seja rico em ómega-3, que protege a saúde cardíaca, ele é anulado quando o peixe é frito.

 

No estudo, publicado na edição on-line da revista “Neurology”, os cientistas analisaram 21.675 pessoas, de todos os estados norte-americanos, com mais de 45 anos. Os investigadores quiseram avaliar as razões pelas quais a população de certos estados do país apresentavam uma alta taxa de mortalidade por AVC. Os níveis críticos de mortalidade pela doença registam-se, sobretudo, nos estados da Carolina do Norte, Carolina do Sul, Geórgia, Alabama, Mississípi, Tennessee, Arcansas e Louisiana.

 

Os participantes foram entrevistados por telefone e em seguida submetidos a um exame físico realizado em casa. O questionário avaliou o consumo frequente de ostras, mariscos, atum, peixe frito e outros peixes não fritos. A American Heart Association recomenda o consumo de peixe pelo menos duas vezes por semana, com ênfase nos peixes gordos. Em todo o estudo, menos de um em cada quatro participantes consumiu duas ou mais porções de peixe frito por semana, mas as pessoas dos estados com maiores índices de AVC eram 17% menos propensas a seguir as recomendações sobre nutrição do que os habitantes de outras zonas geográficas. Além disso, o estudo também mostrou que as pessoas dessas regiões eram 30% mais propensas a comer duas ou mais porções de peixe frito do que as do resto do país.

 

O estudo descobriu ainda que os afro-americanos consumiam peixe frito por semana mais de três vezes e meia do que os caucasianos, com uma média global de cerca de uma porção de peixe frito por semana, em comparação com a metade registada entre os indivíduos brancos. "Essas diferenças no consumo de peixe pode ser um dos possíveis motivos para as diferenças raciais e geográficas na incidência de AVC e mortalidade", considerou o autor do estudo Fadi Nahab, da Universidade Emory, em Atlanta, em comunicado enviado à imprensa.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 4
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.