Consumo de fibra é benéfico contra a diabetes de tipo 2

Estudo publicado na revista “Science”

13 março 2018
  |  Partilhar:
Um novo estudo indicou que uma alimentação rica em fibra ajuda na luta contra a diabetes de tipo 2.
 
O estudo que foi conduzido por investigadores liderados por Liping Zhao, da Faculdade de Ciências Ambientais e Biológicas na Universidade Rutgers - New Brunswick, EUA, apurou que uma dieta rica em diversas fibras faz promover um grupo de bactérias intestinais, conduzindo a um melhor controlo da glicose no sangue, maior perda de peso e melhores níveis de lípidos nos pacientes.
 
Para o estudo foram recrutados pacientes com diabetes de tipo 2 que foram divididos em dois grupos de forma aleatória. 
 
Um dos grupos, o de controlo, recebeu educação ao paciente e recomendações alimentares. O outro grupo recebeu uma elevada quantidade de muitos tipos de fibra alimentar e uma dieta semelhante em energia e nutrientes principais. As fibras alimentares promoviam o crescimento de bactérias intestinais produtoras de ácidos graxos de cadeia curta.
 
Todos os participantes receberam o fármaco acarbose para ajudar a controlar o açúcar no sangue.
 
Passadas 12 semanas, foi observado que os pacientes que tinham recebido a alimentação rica em fibras apresentavam uma maior redução numa média de três meses de níveis de glicose no sangue. Os níveis de glicose em jejum daqueles pacientes também desceram mais rapidamente, bem como perderam mais peso.
 
Das 141 estirpes de bactérias intestinais produtoras de ácidos graxos de cadeia curta, identificadas por sequenciamento de nova geração, apenas 15 são promovidas através do consumo de mais fibras, e assim são possivelmente as principais impulsionadoras de uma melhor saúde.
 
A alimentação rica em fibra fez com que aquelas bactérias se tornassem nas estirpes dominantes nos intestinos após terem feito aumentar os níveis dos ácidos graxos de cadeia curta butirato e acetato. Estes ácidos criaram um ambiente intestinal levemente ácido que fez reduzir a população de bactérias nocivas, conduzindo a uma maior produção de insulina e melhor controlo da glicose.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar