Consumo de elevadas quantidades de chá aumenta risco de cancro da próstata

Estudo publicado na revista “Nutrition and Cancer”

22 junho 2012
  |  Partilhar:

Os homens que ingerem elevadas quantidade de chá poderão apresentar um maior risco de desenvolver cancro da próstata, revela um estudo publicado na revista “Nutrition and Cancer”.

 

Contudo, o líder do estudo referiu em comunicado enviado à imprensa que “não sabemos se é o chá em si é um fator de risco ou se os consumidores de chá são habitualmente mais saudáveis e vivem até a uma idade mais avançada, onde o cancro da próstata é mais comum”.

 

Para o estudo, os investigadores da University of Glasgow, na Escócia, contaram com a participação de 6.016 homens, que tinham entre 21 a 75 anos, os quais foram convidados a preencher questionários sobre a sua saúde em geral, hábitos tabágicos e consumos pouco habituais de chá, café e álcool.

 

Após terem analisado os dados, os investigadores encontraram diferenças significativas entre o consumo de chá e o risco de desenvolvimento de cancro da próstata. O estudo apurou que os homens que bebiam sete chávenas de chá por dia apresentavam um risco 50% maior de desenvolveram este tipo de cancro, em comparação com aqueles que bebiam até três chávenas por dia.

 

No geral, 6,4% dos homens que beberam maiores quantidades de chá desenvolveu cancro durante o período de estudo, em comparação com os 4,6% que consumiu menores quantidades.

 

“Apesar de termos observado uma associação entre o consumo de chá e o risco de desenvolvimento de cancro da próstata, não verificamos que o consumo deste tipo de bebida estava associado com uma maior agressividade do cancro”, revelaram, em comunicado de imprensa, os autores do estudo. Assim, na opinião dos investigadores é necessário realizar mais estudos para determinar qual o mecanismo responsável por esta associação.

 

Uma das autoras do estudo, Kate Holmes, acrescentou ainda que “apesar de termos constatado que o consumo de sete ou mais chávenas de chá por dia aumenta o risco de desenvolvimento de cancro da próstata, não foi tido em conta a história familiar e outros hábitos alimentares, para além do consumo de chá, café e álcool. Assim, poderá haver outros fatores que poderão ter um maior impacto no risco de desenvolvimento da doença”.

 

“Deste modo não queremos preocupar os homens que bebem quantidades moderadas de chá, como parte da sua dieta saudável”, acrescentou ainda a investigadora.

 

ALife Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.