Consumo de carne vermelha e qualidade do esperma em filhos varões

Trabalho publicado na revista “Human Reproduction”

28 março 2007
  |  Partilhar:

 

Um grande consumo de carne vermelha durante o período de gestação da mulher pode afectar a qualidade do esperma dos filhos varões, segundo um artigo publicado pela revista “Human Reproduction”.
 

 

O estudo foi realizado em cinco cidades dos EUA entre 2000 e 2005.
 

 

A ginecologista Shanna Swan, da University of Rochester School of Medicine & Dentistry, dirigiu um grupo de investigadores que comparou a contagem de espermatozóides no sémen de 387 homens, cujas mulheres ou companheiras estavam grávidas, e analisou a alimentação das mães desses homens.
 

 

Dos 51 homens cujas mães se lembravam de ter consumido carne de vaca durante a gravidez, 18 apresentavam uma contagem de esperma que, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os coloca na categoria de sub-fértil. "Nos filhos das grandes consumidoras de carne de vaca (mais de sete refeições com carne por semana), a concentração de esperma foi 24,3% mais baixa" do que nos varões cujas mães tiveram uma alimentação mais cuidada, acrescenta o estudo.
 

 

De acordo com o trabalho, o problema não reside no consumo de carne mas nos pesticidas, hormonas e outros contaminantes que se encontram na ração, que alimenta o gado. "Estas conclusões parecem ser extremamente importantes, porque nos mostram um mecanismo pelo qual ocorrem trocas rápidas nos parâmetros reprodutivos, como a diminuição da concentração de esperma, que nos era misteriosa", adiantou.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.