Consumo de carne com antibióticos e resistência bacteriana

Estudo australiano apresentado no site da Clinical Infectious Diseases

24 abril 2006
  |  Partilhar:

 

A política australiana de restringir o uso de antibióticos em animais que são consumidos como alimento pode estar ligada aos níveis mais baixos de bactérias resistentes a medicamentos encontradas nos cidadãos daquele país, de acordo com um artigo publicado no site da Clinical Infectious Diseases.
 

 

Uma solução para o problema da resistência aos medicamentos na Austrália tem sido proibir o uso de certos antibióticos, denominados fluorquinolonas, em animais que servem de alimentos, como frangos.
 

 

Para avaliar se a política que restringe o uso de antibióticos tem afectado a resistência das bactérias aos medicamentos, os investigadores examinaram amostras da bactéria Campylobacter Jejuni recolhidas em 585 pacientes de cinco Estados australianos. Nenhum dos pacientes tinha recebido tratamento com fluorquinolona no mês antes de adoecerem.
 

 

Os cientistas descobriram que apenas 2% das amostras eram resistentes à ciprofloxacina, um tipo de fluorquinolona. Países que permitem o uso de fluorquinolona em animais podem registar resistência aos medicamentos em mais de 29% dos casos. A ciprofloxacina pode ser usada para tratar doenças graves causadas pela bactéria Campylobacter, portanto, um baixo nível de resistência ao medicamento deverá conduzir a uma eficácia maior do tratamento.
 

 

"Existem diferentes causas que levam à resistência das bactérias aos medicamentos e o uso de antibióticos em animais é apenas uma", explicou a autora do estudo, Leanne Unicomb, epidemiologista da Australian National University. No entanto, as provas científicas indicam que noutros países, "o uso de fluorquinolonas em animais que servem de alimento aumentou o risco de resistência em casos de infecção pela Campylobacter", acrescentou a especialista.
 

 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.