Consumo de café e risco de cancro da boca, faringe e esófago

Estudo publicado no “American Journal of Epidemiology”

07 janeiro 2009
  |  Partilhar:

Um estudo liderado por cientistas da Tohoku University School of Medicine, no Japão, concluiu que o consumo de café está inversamente relacionado com o risco de cancro da boca, faringe e esófago.
 

 

As informações sobre o consumo do café foram obtidas através de questionários sobre alimentação realizados em 1990. Na investigação participaram 38 679 indivíduos, dos 40 aos 64 anos, sem história prévia de cancro. Ao longo dos 13,6 anos de acompanhamento foram identificados 157 casos de cancro da boca, faringe ou esófago.
 

 

O trabalho concluiu que o risco de desenvolver este tipo de cancros está inversamente associado ao consumo de café. O risco de desenvolver algum dos tumores acima mencionados no grupo que ingeria pelo menos uma chávena de café por dia foi de 0,51 em comparação com o grupo que consumia café.
 

 

Esta associação permaneceu inversa após a avaliação de outros factores, tais como sexo e localização do cancro. Neste capítulo foram também tidos em conta os dados sobre o consumo de tabaco e álcool quer no passado, quer à data do estudo.
 

 

O resumo do artigo conclui que "o consumo de café está associado a um menor risco de cancro da boca, faringe e esófago, mesmo entre indivíduos com risco elevado para estes tipos de tumores".
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 3
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.