Consumir uma ou duas bebidas açucaradas por dia aumenta risco de diabetes

Estudo publicado na revista “Diabetes Care”

01 novembro 2010
  |  Partilhar:

Beber uma ou duas bebidas com açúcar por dia aumenta até 26% o risco de diabetes tipo 2 e até 20% a síndrome metabólica, de acordo com um estudo da Escola de Saúde Pública de Harvard, EUA, publicado na revista “Diabetes Care”. Investigadores descobriram que o consumo regular de refrigerantes e outras bebidas açucaradas está associado a um risco aumentado de síndrome metabólica e de diabetes tipo 2. O estudo fornece provas de que o consumo destas bebidas deve ser limitado para reduzir o risco destas doenças.

 

Segundo adiantou, o líder da investigação Vasanti Malik, em comunicado enviado à imprensa, "muitos estudos prévios avaliaram a relação entre as bebidas açucaradas e o risco de diabetes e a maioria tem encontrado associações positivas, mas o nosso estudo, que é uma análise de estudos existentes, oferece um quadro abrangente da magnitude do risco e da consistência das provas ".

 

Trata-se da primeira meta-análise que analisou quantitativamente os dados que vinculam as bebidas doces com diabetes tipo 2 e a síndrome metabólica, esta última é uma condição que engloba um conjunto de factores de risco, como hipertensão arterial e maior perímetro abdominal, factores que conduzem a um aumento do risco de doença arterial coronária, acidente vascular cerebral e diabetes.

 

Os investigadores analisaram 11 estudos sobre a associação entre bebidas açucaradas e as patologias acima descritas. Os estudos incluíram mais de 300 mil participantes, com 15.043 casos de diabetes tipo 2 e 19.431, com 5.803 casos de síndrome metabólica.

 

Os resultados mostraram que beber entre uma a duas bebidas açucaradas por dia aumentava o risco de diabetes tipo 2 em 26% e o risco de síndrome metabólica em 20%, em comparação com aqueles que consumiam menos de uma bebida por mês. Tomar um copo de 0,35 litros por dia aumentou o risco de diabetes tipo 2 em 15%.

 

"A associação observada entre o consumo de refrigerantes e o risco de diabetes é provavelmente uma relação de causa-efeito, uma vez que outros estudos já documentaram que as bebidas açucaradas produzem um ganho de peso e este facto está intimamente relacionado com o desenvolvimento da diabetes tipo 2", explicou, no mesmo comunicado de imprensa, Frank Hu, co-autor do estudo.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 4
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.