Consumir álcool prejudica os jovens...

mas beneficia os mais velhos

28 julho 2002
  |  Partilhar:

Os benefícios que o consumo moderado do álcool pode ter para a saúde são maiores em pessoas mais velhas que nos jovens, segundo um estudo publicado pela revista "British Medical Journal".
 

 

A investigação analisou os hábitos de consumo de álcool de homens e mulheres, residentes em Inglaterra e no País de Gales, com idades compreendidas entre os 16 e os 85 anos, fixando um intervalo de maior risco entre os 16 e os 54.
 

 

Os autores do estudo utilizaram as estatísticas disponíveis de óbitos e estudos internacionais sobre infecções e doenças para avaliar o vínculo entre o consumo de álcool e o risco de morte e de que modo varia segundo a idade e o género da pessoa.
 

 

O álcool aumenta o risco de diversos tipos de cancro, doenças hepáticas, acidente e violência, mas o seu consumo moderado reduz o risco de doenças coronárias.
 

 

Um dos autores do estudo, Ian White, do Colégio de Médicos britânico, sugere que, para manter um risco de morte de apenas 5 por cento, as mulheres com menos de 44 anos deveriam limitar o seu consumo diário desta substância a apenas uma unidade.
 

 

No entanto, entre os 44 e os 74 anos poderia chegar-se às duas unidades diárias e até às três a partir dos 75.
 

 

Para os homens, o álcool não é tão prejudicial em idades mais jovens, por isso até aos 34 anos o consumo recomendado limita-se a uma unidade por dia, entre essa idade e os 44 poder-se-á chegar até às duas, e às três entre os 44 e os 54.
 

 

A partir dessa idade, e até aos 84, é recomendado um máximo de quatro unidades, que se elevam às cinco a partir dos 85.
 

 

Os médicos consideram como uma unidade de álcool um copo de vinho, cerca de 200 centilitros de cerveja ou uma medida de bebidas espirituosas.
 

 

 

Fonte: Lusa
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.