Consumidores compram a pílula do dia seguinte mais cara do mercado

Dados da consultora IMS Health

05 março 2008
  |  Partilhar:

A venda de pílulas do dia seguinte diminuiu no último ano, mas as farmácias e parafarmácias tiveram mais lucros, porque o medicamento mais vendido foi o mais caro do mercado, de acordo com dados da consultora IMS Health.
 

 

Em 2006 foram vendidas 213.294 unidades e no ano passado apenas 206.648. Apesar de uma redução de mais de seis mil embalagens, os vendedores tiveram mais 84.500 euros de lucro quando comparado com o ano anterior: em 2006, a venda do medicamento significou 2.100 mil euros e em 2007 atingiu os 2.184 mil euros.
 

 

A agravar esta situação está o facto de o preço do medicamento mais caro dos três disponíveis no mercado ter sofrido um aumento de 10% no ano passado.
 

 

Segundo a IMS Health, citados pela Lusa, a quebra de venda de unidades verificada "deriva do enorme decréscimo de vendas" de um dos outros dois produtos, que rondam os nove euros.
 

 

O estudo realizado pela IMS Health aponta ainda para uma redução de vendas a partir de Julho, altura em que passou a ser possível realizar em Portugal uma Interrupção Voluntária da Gravidez (IVG).
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.