Consulta telefónica de Dor no Garcia de Orta

4.500 chamadas por ano

23 março 2007
  |  Partilhar:

 

O Hospital Garcia de Orta faz o balanço: no ano passado, a Unidade de Dor deste hospital recebeu cerca de 4.516 chamadas dirigidas à consulta telefónica de Dor.
 

 

Desde a sua criação, até à data, a Unidade de Dor do Hospital Garcia de Orta já recebeu cerca de 19.489 chamadas e realizou 376 consultas telefónicas de Dor por mês.
 

 

Habitualmente, quem liga para estas consultas são os próprios doentes (52%) ou os familiares mais próximos, como os pais ou os filhos (25%).
 

 

Os motivos do contacto telefónico passam sobretudo pelo apoio emocional ao doente e à família; esclarecimentos e pedido de Informação (22,6%); queixas de Dor; comunicação de efeitos secundários (11,7%) e ainda pedidos de medicação (40,3%).
 

 

Para Rui Costa, Anestesiologista do Hospital Garcia de Orta e médico da Unidade de Dor deste mesmo hospital, “as consultas telefónicas para a Unidade de Dor são uma forma de ajudar os nossos doentes de um modo diferente. Encontrámos uma maneira de controlar a Dor à distância e de assim conseguir um acompanhamento quase permanente dos doentes com Dor crónica, da sua família ou dos cuidadores”.
 

 

MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.