"Conflitos de Interesse na Medicina Actual"

Academia de Medicina elabora estudo financiado pela Apifarma

09 fevereiro 2007
  |  Partilhar:

A Academia Portuguesa de Medicina vai fazer um estudo académico sobre os conflitos de interesse na Medicina actual, de acordo com um protocolo assinado esta semana com a Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica (Apifarma), que vai financiar o projecto em 36 mil euros.  

 

A assinatura decorreu durante uma sessão da Academia Portuguesa de Medicina, na Faculdade de Medicina, em Lisboa, que foi encerrada pelo Presidente da República. Cavaco Silva elogiou o "espírito académico" que representa a elaboração do livro branco sobre "Conflitos de Interesse na Medicina Actual", da responsabilidade da Academia de Medicina.  

 

Na cerimónia de assinatura do protocolo, o presidente da Apifarma, João Almeida Lopes, afirmou que "a sociedade actual é muito exigente em termos de rigor, isenção, independência e ética". Para o responsável, "os cidadãos têm o direito de confiar integralmente nos agentes da Saúde", uma matéria em que "a indústria farmacêutica não pode deixar de estar empenhada", disse.  

 

Por seu lado, a Academia Portuguesa de Medicina pretende produzir documentos, pareceres e orientações que possam ter influência na sociedade portuguesa, comprometendo-se a terminar o projecto sobre "Conflitos de Interesse em Medicina Actual" em 2008.  

 

Fontes: Lusa e Sapo  

MNI- Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.