Compostos do chá verde mostram-se eficazes em dois tipos de tumores e numa doença genética

Estudo publicado “Journal of Biological Chemistry”

24 agosto 2011
  |  Partilhar:

Um composto presente no chá verde é a grande promessa para o desenvolvimento de fármacos destinados a tratar dois tipos de tumores e uma doença congénita fatal, sugere um estudo publicado “Journal of Biological Chemistry”.

 

O glutamato desidrogenase (GDH) está presente em todos os organismos vivos e é responsável pela digestão dos aminoácidos. Em animais, o GDH é controlado por uma complexa rede de metabólitos – produtos activos, ou não, do metabolismo. Há décadas que não estava claro porque apenas o reino animal necessitava desta regulação.

 

Isto foi parcialmente respondido pela equipa liderada por Thomas Smith, do Centro de Ciência da Planta Donald Danforth, EUA, ao verificar que uma doença congénita mortal, Hiperinsulinismo/Hiperamonemia (HHS), é causada pela perda de alguma desta regulação.
Nesta doença, os pacientes (geralmente crianças) respondem ao consumo de proteína segregando mais insulina que o normal, o que os tornam gravemente hipoglicémicos, podendo, muitas vezes, conduzir à morte.

 

Utilizando estruturas atómicas para entender as diferenças entre animais e plantas, a equipa de cientistas verificou que dois compostos, encontrados naturalmente no chá verde, administrados por via oral, eram capazes de compensar esse problema genético, desactivando o GDH.

 

Para o estudo, os investigadores também usaram cristalografia de raios-X para determinar a estrutura atómica destes compostos ligados à enzima. Com esta informação atómica, os cientistas esperam conseguir modificar esses compostos naturais para desenvolver fármacos mais eficazes.

 

Curiosamente, dois outros grupos de estudo validaram e alargaram estas conclusões para demonstrar que a desactivação do GDH com chá verde é muito eficaz para matar dois tipos diferentes de tumores: glioblastoma, um tipo agressivo de tumor cerebral; e a esclerose tuberosa, uma doença genética que provoca o crescimento de tumores não malignos em vários órgãos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.