Composto da lecitina reduz gordura no fígado e melhora sensibilidade à insulina

Estudo publicado na revista “Nature”

14 julho 2011
  |  Partilhar:

Um produto natural, denominado DLPC (fosfatidilcolina dilauroil) - componente do suplemento dietético lecitina – mostrou eficácia no aumento da sensibilidade à insulina e na redução da esteatose hepática em ratinhos, revela um estudo de investigadores do Baylor College of Medicine, EUA, publicado na revista “Nature”.

 

Em comunicado de imprensa, o líder da investigação, David D. Moore, refere ter partido da ideia inicial de que o DLPC poderia constituir um instrumento útil no estudo da função de uma proteína receptora - receptor homólogo do fígado -1 (LRH-1) - que regula a produção dos ácidos biliares no fígado.

 

Estudos em ratinhos mostraram que o DLPC poderia estimular a actividade de LRH-1. Além de um pequeno aumento nos níveis dos ácidos biliares, o DLPC também melhora a regulação da glicose e da gordura no fígado.

 

O vínculo de LRH-1 com os ácidos biliares pode contribuir para o seu efeito sobre os níveis de glicose e de gordura, dado que, pequenos aumentos não-tóxicos dos níveis de ácidos biliares podem melhorar distúrbios metabólicos, refere a nota enviada à imprensa. Jae Lee Man, membro da equipa de investigadores, propôs, em primeiro lugar, avaliar os compostos para ver qual activava o LRH-1. Verificou que o DLPC aumentou a actividade de LRH-1 nas células.

 

Em ratinhos, o DLPC induziu a produção de enzimas de ácidos biliares e reduziu a gordura no fígado. Além disso, aumentou os níveis de ácidos biliares e regulou a glicose e o açúcar que circula no sangue. Nos dois tipos de ratos que tinham resistência à insulina, o DLPC também diminuiu o nível de gordura no fígado e os níveis de glicose no sangue. No entanto, o DLPC não teve qualquer efeito em ratinhos que não tinham LRH-1 no fígado.

 

“O peso total do corpo não foi alterado", disse Moore, acrescentando, no entanto, que os ratinhos mostraram "melhor sensibilidade à insulina (que ajuda a manter os níveis de glicose equilibrados) e fígados menos gordos”. Numa próxima fase de estudo, os cientistas estão interessados em descobrir por que razão o composto elimina a gordura do fígado.

 

O DLPC diminuiu os níveis de proteínas associadas à formação de ácidos gordos e triglicerídeos, incluindo um regulador chave, chamado SREBP-1c, que estimula o armazenamento de gordura nos tecidos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 4
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.