Como se esconde o HIV no organismo?

Cientistas identificados dois genes responsáveis

30 setembro 2004
  |  Partilhar:

Investigadores norte-americanos descobriram dois genes que permitem ao vírus da Sida (imunodeficiência humana, HIV) permanecer latente no organismo, e que poderão ser a chave para tornar mais eficazes os medicamentos de combate à doença.Caso se consiga activar estes genes, deverá ser possível tornar o vírus mais vulnerável ao tratamento, indica um artigo do site do elmundosalud a propósito do estudo norte-americano publicado na última edição da revista «Journal of Virology».Apesar dos antiretrovirais travarem a replicação do HIV, não conseguem erradicar completamente o vírus do organismo, que se mantém em estado latente nalgumas células durante muito tempo.Esta inactividade faz com que os medicamentos não sejam eficazes, uma vez que, para funcionarem, é necessário que o vírus esteja algo activo. O estudo identificou alguns dos genes que permitem ao vírus estar em estado de latência e os medicamentos que poderão fazer com que o HIV saia deste estado de inactividade. As células que estão infectadas pelo HIV mas que permanecem em estado latente têm uma expressão genética muito parecida às células não infectadas e diferente das infectadas pelo vírus em fase activa.Por exemplo, os genes que servem para criar um clima favorável à replicação viral «expressam-se» pouco nas células que estão em estado latente e muito nas activas. Caso se conseguisse que estes genes se expressassem mais, os tratamentos seriam mais eficazes.O estudo demonstrou ainda que duas substâncias (o resveratrol e um inibidor de proteasoma) podem activar alguns destes genes que favorecem o crescimento, criando condições favoráveis à replicação do HIV. Neste estado, os medicamentos antiretrovirais podem actuar contra o vírus.De acordo com Steven Zeichner, um dos principais investigadores do estudo, estes «resultados mostram que os medicamentos que activam genes específicos podem ser utilizados para forçar o HIV a sair do estado de latência».Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.