Como encontrar um marido depois dos 35 anos?

Assessora de marketing edita livro utilizando tácticas de Harvard

29 setembro 2003
  |  Partilhar:

Se está à procura do marido ideal, mas perdeu as esperanças, fique a saber que existem técnicas para encontrá-lo. Pelo menos é o que a ex-acessora de marketing Rachel Greenwald escreveu no seu último livro, intitulado «Find a Husband After 35 Using What I Learned at Harvard Business School» - Encontre um marido depois de 35 utilizando o que aprendi na Escola de Negócios de Harvard.
 

 

Aparentemente, não é um livro para tímidas nem românticas. Encontrar um marido não é fácil nos Estados Unidos onde mais de 28 milhões de mulheres solteiras maiores de 35 anos, em oposição a 18 milhões de homens.
 

 

Greenwald desenhou um programa de 15 passos que ensina as mulheres como anunciar os seus atributos e qualidades, a desenvolver uma marca pessoal, utilizar o telemarketing para fazer propaganda, estabelecer um pressuposto para a procura de marido e realizar revisões de desempenho para avaliar os resultados. Também aconselha as mulheres sobre como fazer uma avaliação para determinar o que falhou quando um homem as abandonou.
 

 

Estas são tácticas que Greenwald utilizou com êxito há mais de 11 anos, quando decidiu que se casaria antes dos 35 anos, e que começou a utilizar ela mesma as técnicas para ajudar as suas amigas solteiras, todas «mulheres fabulosas e inteligentes» que por alguma razão tinham chegado aos 40 sem ter encontrado o homem perfeito para casar.
 

 

«Dei conta que estava a dizer o mesmo que dizia aos meus clientes durante o trabalho como directora de marketing: o tipo de impacto, marca, o nicho de mercado. E pensei que havia uma conexão entre o marketing de uma marca e as tácticas para cortejar», explicou Greenwald.
 

 

A especialista casou com o seu marido Brad depois de o conhecer na sua própria «festa de marketing» (o passo número 12 do seu sistema). O casal tem três filhos e Greenwald descreve o seu marido como o «homem mais incrível ao cimo da terra».
 

 

É claro que o livro de Greenwald tem encontrado um bom nicho de mercado. O manual, que assegura à maioria das estudantes aplicadas que podem encontrar marido num período de 12 a 18 meses, já é um dos 50 livros mais vendidos de Amazon.com uma semana antes de ter sido publicado nos Estados Unidos.
 

 

O livro não se detém demasiado em analisar as razões pelas quais as mulheres continuam solteiras. Mas Greenwald destaca a alta taxa de divorcio, o facto de os homens tenderem a voltar a casar com mulheres mais jovens e que algumas mulheres se esquecem das suas tácticas pessoais quando estão ocupadas com as suas carreiras.
 

 

Para a ex-acessora de marketing, este livro serve tanto para mulheres como para os homens, homossexuais e abrange todas as idades . Todos podem melhorar as suas técnicas de marketing pessoal. «Surpreende-me que as mulheres digam que não conseguem encontrar homens. E os homens digam o mesmo. Devido a esta realidade é apenas um desafio de marketing sobre a maneira de relacionar estas duas entidades».
 

 

O livro vai ser publicado em cerca de 12 países, mas não haverá uma edição francesa. Segundo a autora, o representante francês disse-lhe que não valeria a pena editar o livro no país. «Porque lá toda agente está a querer despachar-se do marido».
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

Jornalista
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.