Comissão Nacional da Luta Contra a SIDA dispensa 13 funcionários

Uma carta aberta e não personalizada suspendeu contratos

28 agosto 2003
  |  Partilhar:

 

Dos 30 funcionários da Comissão Nacional da Luta Contra a SIDA (CNLCS) 13 foram dispensados das funções e apenas 17 continuam activos na comissão.
 

 

Segundo divulgs hoje a TSF on-line, os funcionários foram dispensados através «de uma carta aberta entregue no local de trabalho e sem ser personalizada». A carta expressa um «sincero agradecimento a todos os que até esta data colaboraram» com a CNLCS.
 

 

Segundo Isabel Santiago, porta-voz do novo coordenador da Comissão, António Silvestre, os contratos dos trabalhadores em causa «terminaram» quando cessou funções a anterior missão, liderada por Fernando Ventura, a 30 de Junho passado.
 

 

Os trabalhadores dispensados tinham os salários atrasados dois meses, mas, nos próximos dias, estes funcionários vão receber os dois meses de salários, em atraso, a que têm direito.
 

 

Fonte: TSF

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.