Combinação de cafeína e glicose melhora eficiência cerebral

Estudo publicado na revista “Human Psychopharmacology: Clinical and Experimental”

26 novembro 2010
  |  Partilhar:

A combinação da cafeína com a glicose (açúcar) melhora a atenção, a aprendizagem e a consolidação da memória verbal, aumentando a eficiência das áreas do cérebro que suportam essas funções, de acordo com as conclusões de um estudo conduzido pelo professor Josep M. Grabulosa Serra, da Universidade de Barcelona e publicado na revista “Human Psychopharmacology: Clinical and Experimental”.

 

Para realizar esta investigação, os investigadores analisaram em 40 pessoas saudáveis, a actividade cerebral associada com a tarefa “n-back”, mediante imagens captadas por ressonância magnética funcional. Neste caso, avaliou-se a atenção sustentada e a memória (duas capacidades básicas na maioria das tarefas cognitivas que fazemos diariamente) após terem administrado aos participantes cafeína ou glicose, em conjunto, separado ou um placebo.

 

Assim, os investigadores catalães observaram que os indivíduos que combinaram as duas substâncias mostraram uma diminuição na activação do cérebro relacionada com a actividade no córtex parietal bilateral e no córtex pré-frontal esquerdo, duas regiões que participam activamente nos processos de atenção e de memória.

 

Essa diminuição, aliada ao facto de que não serem observadas diferenças no desempenho comportamental durante a análise, sugere, na opinião dos autores do estudo, que o cérebro é mais eficiente sob a influência destas duas substâncias, e que necessita de menos recursos para obter o mesmo desempenho que os indivíduos que receberam placebo, ou cafeína e açúcar em separado.

 

Um estudo anterior dos mesmos investigadores sobre o consumo de cafeína e glicose mostrou uma melhora na atenção e nas tarefas de memória declarativa, e nenhuma mudança significativa no estado subjectivo dos participantes. Deste modo, os cientistas ressaltam que os resultados mostraram que a combinação de glicose e cafeína tem efeitos benéficos sobre a atenção (tarefas de tempo de reacção sequencial) na aprendizagem e na consolidação da memória verbal, que não foram observados quando as substâncias foram administradas individualmente.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 2Média: 4.5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.