Combater excessos alimentares: jovens dos Açores fazem terapia

Projeto “Faz por ti/Haja Saúde”

05 abril 2016
  |  Partilhar:
Cerca de 50 jovens açorianos vão ser alvo de planos individualizados, que incluem treinos físicos, eventos desportivos, oficinas de culinária, acompanhamento nutricional e psicossocial, numa terapia desportiva para diminuir os comportamentos de risco alimentar.
 
“O projeto ‘Faz por ti/Haja Saúde’ surgiu porque detetámos alguns casos de obesidade e porque os próprios jovens manifestaram interesse na mudança dos seus hábitos alimentares, mas têm muitas dificuldades em o fazerem”, disse à agência Lusa Rui Tavares, o responsável pelo Centro de Desenvolvimento e Inclusão Juvenil (CDIJ), valência da instituição C.A.S.A – Bernardo Manuel Silveira Estrela, na Ribeira Grande. 
 
O responsável referiu que o projeto vai abranger neste “ano zero” cerca de 50 jovens entre os 14 e os 18 anos que estão a ser intervencionados pelo CDIJ, valência do Centro de Apoio Social e Acolhimento (C.A.S.A.).
 
“É uma terapia desportiva personalizada que prevê o desenvolvimento de competências físicas psicológicas e sociais articuladas com os setores da comunidade, num acompanhamento personalizado e especializado para uma plena integração social”, acrescentou.
 
O projeto será desenvolvido em parceria com os gabinetes de promoção da saúde das escolas básica e integrada e secundária da Ribeira Grande, com apoio da Direção Regional da Juventude.
 
O responsável explicou que estes jovens vão passar primeiro por uma consulta de nutrição onde será feito um diagnóstico e, posteriormente, será estabelecido um plano personalizado e individualizado.
 
Após este diagnóstico físico, nutricional e psicossocial, os jovens serão integrados num plano que envolve treinos físicos, participação em eventos desportivos, oficinas de culinária e fitness, ementas diferenciadas, e acompanhamento nutricional e psicossocial.
 
De acordo com Rui Tavares, a iniciativa “Faz por ti/Haja Saúde” tem a particularidade de focar o jovem na sua própria mudança, num projeto cujo primeiro grande objetivo é promover a saúde física e psicológica dos jovens.
 
“Pretendemos também contribuir para o aumento da autoestima destes jovens e, consequentemente, promover o sucesso educativo e construir uma plena integração”, sublinhou Rui Tavares, indicando que o projeto envolve também as famílias dos participantes.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.