Combater as Doenças Oncológicas em Portugal

Conclusões do 2º Congresso Português do Cancro do Pulmão

23 outubro 2006
  |  Partilhar:

 

Promovido pelo Grupo de Estudos do Cancro do Pulmão e com cerca de 300 congressistas, incluindo os maiores especialistas mundiais na matéria, teve lugar no Porto o 2º Congresso Português do Cancro do Pulmão.
 

 

No congresso, Joaquim Gouveia, Alto-comissário para as Doenças Oncológicas, anunciou querer “avaliar a situação actual das Doenças Oncológicas em Portugal; Promover a prevenção do cancro, tratamento e reabilitação dos doentes; Implementar os rastreios; Promover a prática oncológica baseada em linhas de orientação e implementar a rede nacional de cuidados oncológicos integrando todos os níveis de cuidados”.
 

 

Por isso, adiantou a mesma fonte, está ainda a ser posto em prática o Plano Nacional de Prevenção e Controlo das Doenças Oncológicas (PNPCDO) e a serem constituídos “Grupos para Elaboração de Orientações Terapêuticas” no que respeita a quatro patologias oncológicas de forte incidência em Portugal: Cancro do Cólon-Recto; Cancro da Mama; Cancro da Próstata e Cancro do Pulmão.
 

 

O PNPCDO quer ainda profissionalizar os Registos Oncológicos Regionais (ROR) de modo a permitir estudos de incidência e efectividade, avaliação dos programas de rastreio, medição da actividade das instituições e a existência de uma base de dados geral de acesso selectivo.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.