Combate à droga integra alcoolismo
18 setembro 2004
  |  Partilhar:

Os Centros de Atendimento à Toxicodependência (CAT) vão passar a integrar o combate ao alcoolismo. A medida foi anunciada na semana passada pelo ministro da Saúde, Luís Filipe Pereira, no final da tomada de posse do novo presidente do Instituto da Droga e Toxicodependência (IDT), Nuno Freitas.«Temos problemas graves de alcoolismo em Portugal e vamos integrar essa luta nos CAT, que têm um papel decisivo a desempenhar no combate à droga», afirmou o ministro, em declarações aos jornalistas. Segundo as estimativas disponíveis, existem no País meio milhão de alcoólicos, enquanto que o número de toxicodepentes não ultrapassará os 80 mil.O novo presidente do IDT compromete-se a apresentar novas ideias e projectos de luta contra a droga, que considera «a escravatura do século XXI, sem a pretensão de encontrar uma solução milagrosa». Anuncia a prevenção primária como prioridade para os próximos três anos, assim como a rápida resposta para o tratamento e a definição de uma nova Estratégia Nacional de Luta contra a Droga, já que o período de vigência da actual termina este ano. Para avaliar esta última - «um contributo essencial para traçar novos planos de luta» - , Freitas defende a criação de uma página da Internet, e um inquérito à população sobre drogas. Analisar os resultados dos programas de metadona é outro dos objectivos.Fonte: Diário de Notícias

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.