Com quem o bebé é mais parecido?

Recém-nascidos tendem a ser parecidos com o pai

29 março 2005
  |  Partilhar:

 

 

 

É uma das primeiras dúvidas que passam pela cabeça dos pais. Será que o bebé é parecido comigo? Estudos sugerem que, para os pais, a resposta normalmente é o sim.
 

 

Em 1995, um estudo publicado na revista Nature colocou a questão à prova, pedindo a 122 pessoas para emparelharem fotos de crianças com um ano, dez anos e vinte anos – e que não conheciam – com as fotos das suas mães e pais.
 

 

Os membros do grupo acertaram em cerca de metade dos casos, mas o seu índice de sucesso foi bem menor em encontrar a mãe certa de cada criança. E encontrar os pais certos das crianças aos 20 anos provou-se igualmente difícil.
 

 

Os autores ofereceram uma explicação evolucionista para as suas descobertas: o fenómeno é um teste de paternidade natural. O pai, ao contrário da mãe, nem sempre sabe, com certeza, se o bebé é seu. Se houver uma semelhança, argumentam os autores, o pai saberá que o filho é seu e provavelmente protege-o e cuida dele, beneficiando a mãe e o bebé.
 

 

Outro estudo, publicado na revista Evolution and Human Behavior em 2003, parece sustentar esta teoria. Os investigadores tiraram fotografias a um grupo de pessoas e trocaram-nas por fotos de rostos de bebés, sem o conhecimento dos participantes.
 

 

Quando apresentaram o material, os homens tendiam a indicar que adoptariam ou passariam tempo com os bebés, independentemente do sexo, que tinham mais características faciais semelhantes às suas. As mulheres que participaram no estudo, no entanto, não mostraram preferência pelas crianças com as suas características.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

Jornalista
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.