Colonoscopias: acesso aumentou mas rastreio tem de aumentar

Declarações do presidente da Europacolon Portugal

07 julho 2016
  |  Partilhar:

A resposta aos doentes que necessitam de colonoscopias em regiões como Lisboa aumentou. Contudo, para a Europacolon a resposta ainda não está resolvida e terá de melhorar para responder aos casos que surjam no rastreio que arranca este ano.
 

“Se estamos a organizar a implementação de um rastreio de base populacional através de sangue oculto nas fezes, sabemos que cinco por cento vão dar testes positivos. É preciso uma resposta antes do início do rastreio para se fazerem rapidamente as colonoscopias totais a quem for detetado sangue oculto nas fezes”, disse à agência Lusa Vitor Neves, presidente da Europacolon Portugal - Apoio ao Doente com Cancro Digestivo.
 

O rastreio de base populacional ao cancro do cólon e retal vai avançar este ano, segundo determinação do atual Ministério da Saúde.
 

Em Portugal, o acesso às colonoscopias com sedação, pagas pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS), era até há pouco tempo muito difícil em determinadas zonas do país, como na Grande Lisboa.
 

“A situação está melhor. Há cerca de 12 empresas que estão a aceitar inscrições para fazer colonoscopias com sedação”, disse Vitor Neves, para quem é necessária a criação de condições para responder aos futuros casos que vão nascer do rastreio.
 

As preocupações da Europacolon surgem pouco antes do primeiro congresso de oncologia digestiva promovido pela organização que se vai realizar na Fundação Dr. António Cupertino de Miranda, Porto, nos dias 8 e 9 de julho.
 

Vitor Neves refere que este é um congresso não só para os profissionais de saúde, mas principalmente para a população em geral, com discussão e apresentação de trabalhos atuais e pertinentes sobre a área oncológica, através de uma linguagem simplificada e acessível.
 

Além do rastreio e das colonoscopias, o congresso vai abordar vários temas que passam pelo apoio ao doente com cancro, ao nível físico e psicológico, pela importância dos comportamentos e pelos avanços da resposta farmacológica.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.