Colesterol: População portuguesa em risco

68,5 por cento apresenta taxas iguais ou superiores às recomendadas

27 fevereiro 2002
  |  Partilhar:

Mais de metade dos portugueses tem o colesterol elevado, os valores mais altos registam-se em mulheres com idade igual ou superior a 55 anos, e a percentagem de casos com níveis acima dos recomendados está, sobretudo, concentrada nas áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto. Estes são dados de um estudo epidemiológico sobre o "Perfil Lipídico da População Portuguesa" que foi apresentado ontem, em Lisboa.
 

 

Uma das principais conclusões é a de que a população portuguesa possui, em média, uma taxa de colesterol de 210,7 mg por decilitro de sangue, bastante mais da que é recomendada pela Sociedade Portuguesa de Aterosclerose que estabelece limites inferiores a 190mg/dl. Com valores iguais ou superiores (o que corresponde a um risco moderado de doenças cardiovasculares), a taxa de indivíduos é de 68,5 por cento, segundo o mesmo estudo. Os portugueses que possuem um valor de colesterol superior ou igual a 240 mg/dl, apresentando um risco elevado de doenças cardiovasculares, representam 23,4 por cento da população.
 

 

Lisboa e Porto lideram a lista
 

 

A análise permite também constatar que os portugueses residentes na Áreas Metropolitanas de Lisboa e do Porto são os que apresentam uma percentagem de casos de valores de colesterol de risco moderado (190 mg/dl) mais elevados.
 

O especialistas verificaram igualmente que dos 1500 indivíduos testados, 71,2% tinham níveis de colesterol prejudiciais à saúde.
 

 

A Fundação Portuguesa de Cardiologia pretende a partir de agora fazer estudos comparativos a esta análise por forma a «detectar a evolução dos níveis de colesterol na população portuguesa», afirma Luís Negrão, membro da Fundação Portuguesa de Cardiologia.
 

 

A par destes estudos, a fundação vai promover mais acções para divulgar entre a população factores que contribuem para diminuir o colesterol. Entre eles estão uma alimentação rica em vegetais, menos consumo de carne e menos hábitos tabagísticos.
 

 

O que é o colesterol?
 

 

O colesterol é uma substância gorda essencial para as funções vitais, produzida pelo fígado. Contudo, os alimentos também são um veículo de entrada do colesterol no organismo. Esta substância é essencial ao organismo mas torna-se prejudicial quando existe em excesso. Para circular no sangue, o colesterol necessita de ser transportado associado a proteínas, formando as lipoproteínas, as mais importantes das quais são as LDL e HDL.
 

 

As LDL transportam o colesterol do fígado para as células, onde existem receptores específicos para os receber. Quando estes estão todos ocupados, o colesterol vai depositar-se na parede das artérias, o que prejudica a boa circulação sanguínea. É este que habitualmente se designa como "mau colesterol". Pelo contrário, o colesterol HDL assegura o retorno do colesterol das células para o fígado, onde depois será eliminado. É o "bom" colesterol.
 

Para que os valores do colesterol se mantenham dentro dos limites recomendáveis (os de LDL inferiores a 115 mg/dl e os de HDL superiores a 35 mg/dl) aconselha-se uma alimentação saudável, a prática de exercício físico e ausência de hábitos tabágicos.
 

 

Fontes: Público e Diário Digital
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.