Clínica de abortos em Madrid atende 250 portuguesas por ano
26 junho 2001
  |  Partilhar:

Cerca de 250 mulheres portuguesas por ano deslocam-se a Madrid para abortar, pagando entre 60 e 271 contos a uma das três clínicas que anunciam regularmente na imprensa portuguesa.
 

 

Embora a agência Lusa não tenha conseguido dados das outras duas clínicas - uma de Málaga, e outra em Badajoz - a verdade é que só o número de portuguesas atendidas em Madrid corresponde a metade dos 491 abortos que oficialmente se realizaram em Portugal em 1999.
 

 

Em Espanha, a lei permite a interrupção voluntária da gravidez (IVG) até às 22 semanas em caso de malformação do feto, até às 12 semanas em caso de violação e sem qualquer limite em caso de doença física ou psíquica da mulher.
 

 

A actual lei portuguesa, que aumentou os prazos para a IVG não punível em caso de malformação do feto (24 semanas) e de violação (16 semanas), apenas entrou em vigor em 1997.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.