Cirurgia bariátrica pode não reduzir o risco de morte

Estudo publicado no “Journal of the American Medical Association”

17 junho 2011
  |  Partilhar:

A cirurgia para perder peso (bariátrica) parece não reduzir o risco de morte em adultos de meia-idade com obesidade mórbida, de acordo com um estudo publicado na edição online do “Journal of the American Medical Association”.

 

Para a investigação foram avaliados 850 pacientes do sexo masculino vindos de vários centros médicos dos EUA que tinham sido submetidos a cirurgia para perda de peso entre Janeiro de 2000 e Dezembro de 2006. A média da idade foi de 49,5 anos e o Índice de Massa Corporal (IMC) foi de 47,4 (IMC acima de 40 é considerado obesidade mórbida).

 

A taxa de mortalidade neste grupo de pacientes foi comparada com um grupo de controlo de cerca de 41 mil pacientes (com uma média etária de 54,7 anos e um IMC médio de 42) que não foram submetidos a cirurgia.

 

Onze dos 850 pacientes submetidos a cirurgia bariátrica (1,29%) morreram um mês após a cirurgia. Uma análise não ajustada  das taxas de mortalidade durante um período de seis anos mostrou que os pacientes submetidos a cirurgia bariátrica apresentaram menores taxas de mortalidade que o grupo de controlo, mas a análise mostrou ainda que a cirurgia bariátrica não foi significativamente associada com um menor risco de morte, disse, em comunicado, o líder da investigação Matthew L. Maciejewski, do Centro Médico Durham, em Durham, Carolina do Norte.

 

De acordo com os cientistas, embora a cirurgia bariátrica não reduza o risco de morte em pacientes de meia-idade do sexo masculino, muitos optam por se submeterem ao procedimento porque há fortes indícios de que reduz o  peso  e os problemas de saúde associados à obesidade, e melhora a qualidade de vida em geral.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.