Cinco por cento dos jovens são dependentes de álcool

Estudo realizado na Queima das Fitas

14 maio 2009
  |  Partilhar:

Um estudo realizado em Coimbra durante a Queima das Fitas do ano passado revela que os jovens não apenas consomem excessivamente durante o evento como têm hábitos de bebida de álcool preocupantes ao longo do ano.

 

A investigação, coordenada pela médica Rosa Costa, foi realizada em 2008 no âmbito daquela festa académica. “Os resultados obtidos permitem tirar a ilação de que o consumo de bebidas alcoólicas excessivo é habitual em 50% da amostra, pois 44,5% foram classificados como tendo um consumo nocivo/abuso e 5,6% foram considerados dependentes”, revela a especialista no estudo divulgado recentemente.

 

A investigadora acrescenta que “o consumo nocivo/abuso e a dependência foram mais frequentes no sexo masculino e entre os 18 e os 29 anos. Nas idades mais jovens (15-17 anos) foram encontrados sete casos de consumo nocivo/abuso e dois casos de dependência alcoólica”.

 

No estudo, em que participaram 395 pessoas (68,4% do sexo masculino), com idade média de 22,8 anos (o mais jovem tinha 15 anos e o mais velho 47 anos), pretendia-se determinar os níveis de alcoolemia e avaliar os hábitos alcoólicos e tabágicos. Quanto aos hábitos tabágicos, o estudo revela que 43% eram fumadores, sendo que quase 40% destes tinham uma motivação moderada/elevada para parar de fumar.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.