Cinco ou mais turnos de 24 horas por mês aumenta risco de erro médico

Estudo publicado no Public Library of Science Medicine

31 dezembro 2006
  |  Partilhar:

De acordo com uma investigação publicada recentemente no jornal "Public Library of Science Medicine", os médicos que realizam cinco ou mais turnos de 24 horas durante um mês correm sete vezes mais risco de cometer erros no desempenho das suas funções e têm cinco vezes mais hipóteses de fazer erros que podem resultar na morte dos doentes.
 

 

Confrontado com estes resultados, o bastonário da Ordem dos Médicos, Pedro Nunes, reconheceu que este é um problema antigo que preocupa a organização a que preside.
 

 

Segundo Pedro Nunes, Portugal tem uma legislação própria para esta matéria desde 1990 que define o horário dos médicos em 42 horas semanais, das quais 12 podem ser realizadas em serviço de urgência e mais 12 em horas extraordinárias. Contudo, "a falta de médicos e a maior liberdade de contratação de que usufruem os hospitais-empresa podem levar a que estes horários sejam altamente ultrapassados", disse, explicando que “os médicos querem trabalhar mais para ganhar mais e os hospitais querem mais médicos".
 

 

O bastonário alerta para a necessidade de descanso destes profissionais, principalmente após a realização dos turnos.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

MNI- Médicos na Internet
 

 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.