Cinco mulheres morrem por mês vítimas de violência

Hoje é o Dia Internacional contra a Violência contra as Mulheres

25 novembro 2003
  |  Partilhar:

Comemora-se hoje o Dia Internacional contra a Violência contra as Mulheres e os números continuam a ser assustadores. Cinco mulheres morrem mensalmente, em Portugal, vítimas de um crime considerado público desde 2000. O dado está patente no Segundo Plano Nacional contra a Violência Doméstica, da Comissão de Igualdade das Mulheres, e demonstra bem o cenário negro da problemática. A realidade actual vivida em Portugal foi apresentada em números pela APAV. No ano passado registaram-se 18 587 crimes de violência doméstica, à média de mais de 50 por dia, encabeçados pelos maus tratos físicos e psíquicos, num conjunto de queixas onde dominam ainda as violações, abuso sexual, coacções, entre outros. Segundo a associação, as vítimas foram na sua maioria mulheres (92,5%), casadas e com idades compreendidas entre os 26 e os 45 anos. De acordo com a análise, estes crimes ocorreram, na sua maioria, na área de Lisboa (31,7%, 5887 crimes). Quanto aos agressores, os dados demonstram que são, na maioria, do sexo masculino (94,5%) com idades entre os 36 e os 45 anos e que viviam em relação de conjugalidade com a vítima. Em 1240 dos crimes registados, foi verificado ainda que o autor já possuía antecedentes criminais. Em grande parte dos casos (35,9%) foram apresentadas queixas, no entanto, a estatística revela ainda que, na maioria, acabaram por ser retiradas (61,5%).O Relatório Penélope, elaborado com o objectivo de estudar a violência doméstica no Sul da Europa, denuncia uma insuficiência de informação sobre a problemática da violência doméstica e sobre os diferentes tipos de intervenção política, jurídica e social, em todos os países em estudo. Fonte: Jornal de Notícias

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.