Cinco milhões de hospitalizações por ano devido a complicações por aborto grosseiro

Estudo apresentado na The Lancet

27 novembro 2006
  |  Partilhar:

 

Cinco milhões de mulheres têm de ser hospitalizadas, todos os anos, no mundo, na sequência de complicações decorrentes de Interrupções de Gravidez (IV) grosseiros, segundo um estudo publicado sábado na revista medica britânica The Lancet.
 

 

Cerca de 19 milhões de IV são praticados anualmente no mundo sem condições de higiene ou de segurança suficientes, quase sempre na ausência de pessoal qualificado, causando a morte a 68 mil mulheres, segundo os números da Organização Mundial de Saúde (OMS) citados no estudo da Lancet.
 

 

Mais de oito milhões de mulheres têm de ser hospitalizadas, nomeadamente em África, Ásia, América Latina ou nas Caraíbas para tratar as complicações de IV realizadas em más condições, segundo o estudo que incide em 13 países, realizado por Susheela Singh (Guttmacher Institute, Nova Iorque).
 

 

Estas complicações e hospitalizações podiam ser evitáveis, segundo Susheela Singh. Desenvolver a Contracepção, permitir as IV legais em boas condições de segurança e tornar esses serviços acessíveis devem ser uma prioridade nos países em desenvolvimento, conclui.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.